Déjeuner sur l’herbe – Edouard Manet


Conhecem este quadro? Está exposto no Musée D’Orsay, em Paris.

DejeunerSurLherbe

Edouard Manet, pintor impressionista francês, é dele o autor (1863) e intitulou-o primeiramente de “O banho”, contudo tal obra é vulgarmente conhecida pelo público como “Déjeuner sur l’Herbe“.

Esta pintura é sobejamente conhecida pelo escândalo que causou, aquando a sua estreia, no mesmo ano da sua criação, no antigo Salon des refusés, em Paris. De facto, a inocente cavaqueira entre os dois cavalheiros, ambos acompanhados por duas jovens mulheres voluptuosamente desnudadas revela na realidade uma forte conotação sexual, também confirmada pelo hábito que Manet tinha em intitulá-la de “Partie carrée”.
Para quem não sabe, “Partie carrée”pode ser entendida como uma forma de sexualidade experimentada em grupo.  Esta expressão surge no século XVIII e está associada à figura do quadrado pelo número de pessoas implicadas no ato, normalmente 4, coincidente com os 4 ângulos da figura geométrica.
O cesto derrubado, símbolo de luxúria, confirma o carácter erótico da cena sublinhando o perfil mundano das senhoras, perdão, das prostitutas em questão.

É interessante descobrir que esta obra acabou por inspirar outros pintores, alguns bem conhecidos como Pablo Picasso, Paul Cézanne, Mickalene Thomas, Seward Johnson ou Fernando Botero.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trata-se portanto de um quadro de referência no panorama artístico internacional.

E porque a vida é feita de desafios, este é também o próximo exercício que tenho de  realizar no âmbito das aulas de pintura da Faculdade:
Dar uma interpretação pessoal do quadro “Déjeuner sur l’herbe” de Edouard Manet.

Fácil, não é?

😦

… ou quase.

A bem dizer não sou fã da obra, a qual considero infelizmente bastante atual. Não relativamente ao estilo mas sim quanto à mensagem que transmite.
Afinal a mulher continua a ser, por este mundo fora e queiramos aceitar ou não, um objeto sexual, meramente decorativo. Este quadro é para mim um retrato do machismo no seu estado puro.

Cabe-me o desafio de lhe dar um sopro de modernidade e de luz! A ver vamos…

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s